Cazuza, O Tempo Não Para

Cazuza era uma pessoa bem polêmica, tanto em sua maneira de agir, em suas declarações, como em suas composições. Era totalmente boêmio e bem conhecido por seu jeito rebelde de ser e seu maneira mais livre impossível de viver a vida.   Fazia parte da banda Barão Vermelho, como vocalista, junto de Frejat. E até hoje é considerado um dos melhores compositores da música brasileira.

Bom, sendo a pessoa que foi e tendo a importância no mundo da música que tem até hoje, a mãe do cantor, junto com a jornalista Regina Echeverria, escreveu um livro sobre a vida dele Cazuza, Só as Mães são Felizes, e do livro veio o filme Cazuza, O Tempo Não Para, em 2004, dirigido pela Sandra Werneck e pelo Walter Carvalho, que conta a história de vida dele desde o seu início, quando era ator e atuava na peça Pára-quedas do Coração, no Circo Voador, passando pelo seu sucesso com o Barão Vermelho, até sua carreira solo e sua morte em 1990, por causa das complicações causadas pelo vírus da Aids que o cantor havia contraído.

No filme, a gente relembra várias músicas famosas e outras até nem tão famosas do cantor, daquelas que não dá pra esquecer e que quando tocam todo mundo sabe cantar pelo menos o refrão, sabe..

Anúncios